Festa
Festa

Ah, o carnaval! Uma festa tradicionalíssima brasileira não poderia passar em branco pelas lentes do cinema, né! Veja agora cinco longas que cantam, dançam e brilham nas telonas e na passarela do samba!

1) Alô Alô Carnaval! 1936. Adhemar Gonzaga.
Uma deliciosa comédia musical, com Carmem Miranda, conta a história de dois amigos que estão a procurar um patrocínio para sua revista. O filme em si foi utilizado para apresentar ao grande público os nomes e rostos dos grandes cantores da era de ouro do rádio brasileiro!

2) Orfeu Negro ou Orfeu do Carnaval. 1959. Marcel Camus. Coprodução entre Brasil, França e Itália. Ganhador de diversos prêmios, dentre eles o Palma de Ouro, no Festival de Cannes em 1959, em 1960 ganhou o Globo de Ouro de Melhor Filme em Língua Estrangeira e o Oscar na mesma categoria.
Orfeu Negro é baseado na peça Orfeu da Conceição de Vinicius de Moraes, que por sua vez é inspirada no mito grego Orfeu e Eurídice, que conta a triste história dos amantes que são perseguidos pela morte.

3) Ó Pai Ó. 2007. Monique Goldenberg.
Com Lázaro Ramos, Dira Paes e Wagner Moura, Ó Pai Ó é outra comedia musical que vale a pena ser vista!
No último dia do carnaval de Salvador, em um cortiço em seu centro histórico, os moradores cantam, dançam e brincam livremente, até a síndica cortar a água do cortiço. Apesar do tom jocoso, o filme toca em questões sérias, como racismo, drogas e preconceito.

4) Trinta. 2014. Paulo Machline.
O longa narra a história de vida de Joãosinho Trinta e sua trajetória desde bailarino até carnavalesco do Salgueiro. Em 2015 ganhou o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro nas categorias Melhor Trilha Sonora e Melhor Figurino.

5) Sou Carnaval de São Salvador. 2019. Marcio Cavalcante.
Documentário mostra o dia a dia dos anônimos que fazem, nos bastidores, o carnaval mais alegre e famoso do Brasil funcionar – e como o fazem há anos.

Veja também: Marvel e Claudia Leitte firmam parceria para a divulgação de “Capitã Marvel” no Brasil