The Handmaid’s Tale
The Handmaid’s Tale

Offred conta sua história de submissão e resistência no estado totalitário militar cristão República de Gilead, antigo Estados Unidos, onde o Deus distorcido deles obriga as mulheres férteis servirem às esposas estéreis dos Comandantes.

O LIVRO

A série é adaptação do livro que tem o mesmo título, com a fama que a série ganhou, o interesse pelo livro começou a aumentar, sua primeira edição foi publica em 1985, época que o muro de Berlim ainda estava de pé O livro foi traduzido para 40 línguas.

Na década de 90 ficou em 37º lugar na lista dos 100 livros mais proibidos e desafiados, nos Estados Unidos, já na década de 2000 passou para 88°, atualmente é de uso frequente nas escolas norte americanas.

MARGARET ATWOOD

Margaret é a autora do livro que inspirou a série, ela é canadense e estava na Alemanha quando escreveu o livro, disse que inspirou na obra 1984, de George Orwell, além disso, contou que refletiu o clima que vivia em Berlim, como dito no tópico acima, o Muro de Berlim ainda estava de pé na época, e Margaret sentia a perseguição que as pessoas sofriam.

O livro se passa nos Estados Unidos e não no Canadá, porque o Canadá historicamente é para onde as pessoas vão se refugiar, segundo a autora.

Ela também está envolvida na produção, como consultora, e fez uma participação no primeiro episódio, como uma das tias.

ROUPAS DA AIAS

A roupa das aias foi inspirada na Era Vitoriana e nos hábitos das freias, a cor vermelha está ligada ao parto – afinal a única função delas é essa – e também a Maria Madalena, já a roupa das esposas são azuis porque representam Virgem Maria, a mãe de Jesus Cristo.

The Handmaid’s Tale
📷 Foto/Distribuição – The Handmaid’s Tale 

ADAPTAÇÕES

O livro teve diversas adaptações.

Nos palcos a obra se tornou balé, pela Royal Winnipeg Ballet.

O livro foi para os palcos também como ópera, escrita por Poul Ruders, estreou em 2000 na Dinamarca, também foi apresentada em Londres e no Canadá.

No ano de 1990 estreava o filme “A Decadência de uma Espécie”, roteiro de Harold Pinter e dirigido por Volker Schlöndorff.

Atualmente está sendo produzida uma história em quadrinhos baseada no livro.

DIFERENÇAS

No livro não há personagens negros, porque uma crença ligada a fundamentalistas cristãos, que acreditavam que os negros são descentes do filho de Noé, Cam, e são amaldiçoados por isso.

Outra coisa diferente são as idades de Serena Joy e o Comandante Fred, que são bem mais velhos que as aias, o showrunner decidiu que seria melhor Serena e Offred tivessem a mesma idade para que a competição entre as duas fosse direta.