Tag: Ação

“A Noite do Jogo” apresenta resultado mais do que satisfatório, cumprindo sua promessa de divertir e levar humor ao espectador. (📷 Warner Bros. Pictures / Divulgação)

A Warner Bros. Pictures encontrou a fórmula do sucesso para a produção de um ótimo filme do gênero comédia. A prova disso, está no sucesso da franquia Se Beber Não Case, que conta a história de Doug Billings (Justin Bartha), Stu Price (Ed Helms), Phil Wenneck (Bradley Cooper) e Alan Garner (Zach Galifianakis), o filme ganhou elogios do público e críticas positivas. Ou quem não gostou dos dois filmes Quero Matar Meu Chefe, que identifique-se! Começou o ano de 2018 com o lançamento do também elogiadíssimo Artista do Desastre, onde dois amigos (Vividos pelos irmãos Dave e James Franco)  lutam para produzir, financiar, dirigir, escrever e protagonizar o longa-metragem que o catapultará ao estrelato: The Room. Apesar do original, The Room, ser considerado um filme ruim, o mesmo não aconteceu com Artista do Desastre, que foi ovacionado e garantiu um Globo de Ouro de “Melhor Ator em Comédia ou Musical” para James Franco e que sofreu boicote, em virtude do protagonista ser alvo de denúncias de assédio sexual, logo após a cerimônia do Globo de Ouro, em janeiro deste ano. E os estúdios não parou por aí e produziu seu mais novo longa do gênero. Trata-se de A Noite do Jogo, que estreia nesta quinta-feira, 10 de maio, em circuito nacional, repetindo a fórmula de sucesso, apresentando uma ótima comédia que faz a plateia rir do início ao fim.

No filme, quando o carismático irmão de Max, Brooks, organiza uma festa de assassinato e mistério, com direito a bandidos e agentes federais falsos, o mesmo é “coincidentemente” sequestrado, tudo deveria fazer parte do jogo… certo? Só Que Não! Seis jogadores extremamente competitivos se propõem a resolver o caso e vencer o jogo, eles descobrem que nem o “jogo” nem Brooks eram o que aparentavam. No decorrer de uma noite caótica, os amigos ficam cada vez mais envolvidos, à medida que cada reviravolta leva a um rumo inesperado. Sem regras, pontos e sem saber quem são todos os jogadores, este pode se tornar o jogo mais divertido de suas vidas… ou o fim delas.

Não é possível escrever este artigo, sem começar a falar no roteiro escrito por Mark Perez (Aprovados) e frisar o quão inteligente, bem desenvolvido, cheio de referências da cultura pop, recheado de diálogos e tiradas que só Perez conseguiria criar. É o roteiro! Não é aquela comédia exagerada, mas um conteúdo bem escrito, onde o humor tem seu espaço, com sequências de ação bem feitas. O resultado é o que o filme propõe: muitas gargalhadas, diversão e entretenimento, sem deixar de ser inteligente e sensacional.

📷 Warner Bros. Pictures / Divulgação

Mas se o roteiro é ótimo, para que o produto também apresente o resultado, precisa de uma ótima direção. E aqui a dupla John Francis Daley e Jonathan Goldstein (Férias Frustradas) põe em prática o que está bem descrito na teoria (roteiro). O trabalho da direção é impecável e muito rico, tanto no quesito técnico, quanto no quesito artístico. Somado ao elenco é sensacional, não poderia ser diferente. As sequências de ação, onde todos precisam desvendar o sequestro, são de tirar o fôlego e a diversão é garantida. Os maior elogio vai para a sequência de extração da bala de revólver.  O clímax também merece atenção especial do espectador. A trilha sonora de Cliff Martinez (Solaris) traz ótimas composições que combinam com toda a atmosfera da trama e apresenta canções que inclui, por exemplo, Don´t Stop Me Now We Are The Champions, da banda britânica Queen.

O elenco encabeçado por Jason Bateman, Rachel McAdams, Kyle Chandler, Sharon Horgan, Billy Magnussen, Lamorne Morris, Kylie Bunbury e Jesse Plemons estão monstruosamente engraçados. Quando essa “gangue” da comédia se junta ninguém consegue ficar sério ou triste. As trapalhadas é do tamanho do elenco principal. Até Kabby Borders, que faz uma ponta como a “loira burra”, traz as melhores respostas. É uma burrice muito engraçada, carregada de bom humor. Plemons está hilariante, na pele de um policial muito esquisito, que foi abandonado pela esposa. De todos os principais, Bateman e McAdams, que vivem o casal protagonista, são os personagens centrias. Mas se engana quem achar que o filme se concentra apenas em ambos ou se eles roubam todas as cenas. O elenco é bem aproveitado, competente e talentoso, cada um tem a sua chance e a oportunidade de apresentar seu bom trabalho, dentro de seus respectivos espaços.

A Noite do Jogo é mais uma grande comédia dos estúdios da Warner Bros. Pictures em parceria com a sua New Line Cinema. É uma legítima comédia, onde o humor é garantido, recheado com muita aventura. Vale o combo completo e, com toda a certeza o ingresso pago. Merece uma sequência, aliás é possível, já que o final é aberto para uma merecida continuação. Uma dica: não saia da sala antes dos créditos finais, após uma engraçada surpresa lhe espera.

Assista ao trailer: 


A frase “fazer história no cinema” pode ser interpretada de inúmeras maneiras. O filme pode ser muito ruim e ainda assim ser lembrado, ter uma bilheteria gigante mas não ser tão convincente, ou ainda ser muito premiado e não atingir o grande público.

Existe ainda, uma outra fórmula secreta de fazer história e esta somente a Disney/Marvel Studios possui e começou a ser moldada há exatos 10 anos, quando em 2008 estreava o primeiro longa metragem dessa empreitada: Homem de Ferro. Neste período muitas aventuras foram produzidas em 18 filmes, que culminaram em um universo fantástico compartilhado, que agora desembarca em Vingadores: Guerra Infinita, filme que estreia nesta quinta-feira, 26 de abril, em circuito nacional. 

Nesta jornada Os Vingadores e os super-heróis aliados precisam estar dispostos a sacrificar tudo em uma tentativa de derrotar o poderoso Thanos, antes que ele coloque as mãos nas “Joias do Infinito” e sua onda de devastação e ruína coloque um fim em metade do universo.

📷 Marvel Studios / Divulgação

A direção é dos irmãos Anthony e Joe Russo, responsáveis pelos excelentes Capitão América: Soldado Invernal e Capitão América: Guerra Civil. E a tarefa deles aqui era muito difícil, afinal, como inserir em um filme inúmeros personagens, situações, enfrentamentos destes 18 longas-metragens? Tinha tudo para ser uma grande bagunça jogada na tela e felizmente não é.

O maior acerto está no roteiro, pois ele situa o espectador em núcleos já que, desta vez, a aventura se passa na Terra e em muitos outros lugares do Universo, ficando mais compreensível e didático (não entenda ruim). Existe o núcleo do Thor e os Guardiões da Galáxia, Homem de Ferro, Homem AranhaDoutor Estranho, Capitão América e Pantera Negra, para falar de maneira bem sintética. Parecem histórias isoladas, porém de maneira alguma o público fica perdido ou sente falta de algo. Todos tem importância, alguns muito mais no decorrer dos acontecimentos. Provavelmente o núcleo mais monótono, entretanto extremamente necessário, é do Visão com a Feiticeira Escarlate.

A maneira como a narrativa segue lembrou em alguns momentos a trilogia O Senhor dos Anéis (calma, não é uma comparação dos filmes), no qual haviam muitas histórias acontecendo em vários lugares, no mesmo momento.
Tecnicamente o padrão permanece elevado, com efeitos visuais deslumbrantes com destaque para as batalhas em Wakanda, com tomadas aéreas abrangendo uma quantidade enorme de personagens, dando uma sensação de grandiosidade jamais vista em filmes da franquia, e a batalha em Titã, que possui um ar pesado e a tonalidade pastel dando um aspecto de urgência.

A marca mais do que registrada dos filmes da Marvel é o humor e claro que ele não ficaria de fora na nova produção. Quase todas as tiradas cômicas funcionam principalmente as protagonizadas pelo Homem Aranha e Thor em alguns momentos o perigo iminente não deveria abrir brechas para risos mas os roteiristas não aguentaram. É verdade que quase simultaneamente é possível sorrir e ficar tenso, coisa que raramente aconteceu em filmes passados, separando cada momento. 

📷 Marvel Studios / Divulgação

E se muitas pessoas reclamavam dos vilões, chegou a hora de conhecer o poderoso Thanos (Josh Brolin). Ele vem do planeta Titã disseminando qualquer civilização à sua frente para dominar o universo. Parece clichê, porém a motivação dele faz sentido, ainda mais depois de alguns flashbacks. Desta vez, existe um medo real potencializado pela voz grave, o vigor físico e as ameaças que realmente se tornam palpáveis. É um vilão com camadas, ora brutais, ora sentimentais (os fãs já provaram desse gosto com Killmonger no filme Pantera Negra). Vale ressaltar o belíssimo trabalho na concepção gráfica de Thanos, minuciosamente detalhada.

📷 Marvel Studios / Divulgação

E a explicação para a aparição da “Joia da Alma” é isoladamente especial (sem mais explicações, para não dar spoiler).

Vingadores: Guerra Infinita é um marco na cultura pop, afinal encerrará um ciclo importante da Marvel Studios para outro surgir. Muito corajoso em relação aos personagens, brilhantemente bem executado, engraçado e dramático ao mesmo tempo, com um final espetacular jamais visto em nenhum dos outros 18 filmes, deixando o campo aberto para Vingadores 4, marcada para estrear em 02 de maio de 2019.

Uma dica importante: O que resta depois das letras subirem? Uma cena pós-créditos muito relevante e a ansiedade para assistir a continuação. Aliás, já começou a pré-venda para 2019?

Novo capítulo da franquia chega aos cinemas brasileiros em junho. Pré-venda de ingressos começa em 17 de maio. (📷 Universal Pictures / Divulgação)

Nostalgia, ação e aventura são os destaques do último trailer de Jurassic World: Reino Ameaçado (Jurassic World: Fallen Kingdom), lançado mundialmente hoje pela Universal Pictures

Baseada na icônica Jurassic Park, de Steven Spielberg, que completa 25 anos em 2018, Jurassic World: Reino Ameaçado resgata o clima de uma das franquias mais populares e queridas do cinema. Agora, com Chris Pratt e Bryce Dallas Howard como protagonistas, o filme traz de volta o personagem Dr. Ian Malcolm, de Jeff Goldblum.

Dirigida por J.A. Bayona, a produção é uma parceria com a Amblin Entertainment, e traz Steven Spielberg como produtor executivo, ao lado de Colin Trevorrow – responsável pela direção de Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros, uma das bilheterias mais expressivas de 2015 com mais de R$ 90 milhões em renda, somente no Brasil.

Além de Pratt, Howard e Goldblum, o elenco é também estrelado por James Cromwell, Ted Levine, Justice Smith, Geraldine Chaplin, Daniella Pineda, Toby Jones, Rafe Spall e BD Wong. A estreia está marcada para 21 de junho de 2018.

Confira o cartaz:

Assista ao trailer: 


A aventura de ação Rampage – Destruição Total, com estreia prevista para 19 de abril, ganhou novo trailer com a estrela Dwayne Johnson. O vídeo mostra a transformação do gorila George em uma criatura gigantesca, além de apresentar novos monstros e um cenário de destruição por onde passam.

No filme, o primatologista Davis Okoye (Johnson) é um homem solitário que tem uma amizade inabalável com George, um gorila extremamente inteligente que está sob os seus cuidados desde o seu nascimento. Porém, quando um experimento genético não autorizado dá errado, este primata gentil é transformado em uma criatura feroz e de tamanho descomunal.

Para piorar as coisas, descobre – se que há outros animais que sofreram mutações similares. À medida que estes superpredadores atravessam os Estados Unidos, destruindo tudo em seu caminho, Okoye se une a uma geneticista desacreditada para desenvolver um antídoto, abrindo caminho em um campo de batalha em constante mutação, não só para impedir uma catástrofe mundial, mas também para salvar a temida criatura que já foi seu amigo.

A indicada ao Oscar Naomie Harris, Malin Akerman, Jake Lacy, Joe Manganiello, Jeffrey Dean Morgan, P.J. Byrne, Marley Shelton, Breanne Hill, Jack Quaid, Matt Gerald, Jason Liles, Demetrius Grosse e Will Yun Lee também fazem parte do elenco.

Assista ao trailer:

A extensa e diversificada carreira de Tom Cruise fez com que ele se tornasse um dos maiores astros do cinema mundial, desde que surgiu como galã nos anos 1980. Em fevereiro, o Megapix exibe quatro filmes estrelados por ele.

Desde domingo, 4 de fevereiro, dia que a emissora exibiu o sucesso Top Gun – Ases Indomáveis na “Sessão Retrô”. Jovem e arrogante, Pete “Maverick” Mitchell (Tom Cruise) ingressa numa seleção da Marinha americana para disputar o título de melhor piloto de caça. Enquanto luta por seus objetivos, ele se envolve com a bela instrutora Charlotte (Kelly McGillis).

No dia 9, tem Cruise em dose dupla no canal. Às 16:25, o ator protagoniza Missão: Impossível. Um grupo de agentes especiais cai em uma emboscada durante uma missão em Praga. Apenas o americano Ethan Hunt (Tom Cruise) e outra agente sobrevivem. Suspeito de ser um informante, ele precisa arranjar um novo time de espiões e tentar limpar o seu nome.

Às 22:30, o astro também estrela Jack Reacher: O Último Tiro, que estreia na Sessão Megapix.  Quando um ataque a tiros de precisão mata cinco pessoas, e o principal suspeito é um ex-atirador de elite das forças armadas, o ex-detetive Jack Reacher (Tom Cruise) é o único que pode descobrir a verdade.

A homenagem continua, no dia 20, com Missão: Impossível – Protocolo Fantasma. Ao se tornar o principal suspeito de um atentado ao Kremlin, o agente Ethan Hunt (Tom Cruise) e sua equipe são expulsos da IMF, e o presidente dos EUA dá inicio ao Protocolo Fantasma. Hunt e os colegas terão que provar sua inocência e evitar outro ataque.

SERVIÇO:

Top Gun – Ases Indomáveis
Top Gun (1986)
Direção: Tony Scott.
Elenco: Tom Cruise, Kelly McGillis e Val Kilmer.
EUA, 1986. Ação. 109 min. Livre.
Dia 04/02, às 10h10

Missão: Impossível
Mission: Impossible
Direção: Brian De Palma.
Elenco: Tom Cruise, Jon Voight e Ving Rhames.
EUA, 1996. Ação. 107 min. 12 anos.
Dia 09/02, às 16h25

Jack Reacher: O Último Tiro
Jack Reacher
Direção: Christopher McQuarrie.
Elenco: Tom Cruise, Richard Jenkins e Rosamund Pike.
EUA, 2012. Ação. 127 min. 14 anos.
Dia 09/02, às 22h30

Missão: Impossível – Protocolo Fantasma
Mission: Impossible – Ghost Protocol
Direção: Brad Bird.
Elenco: Tom Cruise, Jeremy Renner e Paula Patton.
UAE, CZE, EUA, 2011. Ação. 128 min. 14 anos.
Dia 20/02, às 22h30

Dirigido por Christopher McQuarrie, Missão: Impossível – Efeito Fallout, tem cena divulgada com Tom Cruise sob o comando de um helicóptero em queda. O ator, que declara nas redes sociais que sempre quis participar de uma sequência como esta, se preparou em tempo recorde para esta manobra que exige, no mínimo, 2 mil horas de voo e minucioso treinamento. Confira abaixo.

O longa estreia dia 26 de julho nos cinemas e é produzido por Cruise – protagonista da franquia -, Jake Myers, J.J. Abrams e McQuarrie, que também assina o roteiro e direção da produção.

No filme, Ethan Hunt (Tom Cruise) e sua equipe do IMF (Alec Baldwin, Simon Pegg, Ving Rhames), na companhia de aliados conhecidos (Rebecca Ferguson, Michelle Monaghan), estão em uma corrida contra o tempo depois que uma missão dá errado.

Making off – Cena do helicóptero:

A Universal Pictures divulgou nesta segunda-feira (05/02), em lançamento mundial, o primeiro trailer de Arranha-Céu: Coragem sem Limite (Skyscraper), novo filme de Dwayne Johnson. Confira o trailer abaixo.

O thriller de ação conta a história de Will Ford (Dwayne Johnson), um veterano de guerra dos Estados Unidos e ex-líder da operação de resgate do FBI, que agora é responsável por avaliar a segurança de arranha-céus. Em operação na China, Ford encontra o mais seguro e alto dos prédios em chamas e é considerado culpado por isso. O agente precisará encontrar os responsáveis pelo incêndio e, de alguma forma, limpar seu nome e resgatar sua familia que está presa no interior do edifício, acima da linha do fogo.

Com estreia marcada para julho de 2018, o longa-metragem tem direção de Rwason Marshall Thurber e produção de Beau Flynn, de Terremoto: A Falha de San Andreas.

Assista ao vídeo:

A Paramount Pictures acaba de divulgar o cartaz teaser de Missão: Impossível – Efeito Fallout. O longa-metragem que estreia dia 26 de julho nos cinemas é produzido por Tom Cruise – protagonista da franquia -, Jake Myers, J.J. Abrams e Christopher McQuarrie, que também assina o roteiro e direção da produção.

No filme, Ethan Hunt (Tom Cruise) e sua equipe do IMF (Alec Baldwin, Simon Pegg, Ving Rhames), na companhia de aliados conhecidos (Rebecca Ferguson, Michelle Monaghan), estão em uma corrida contra o tempo depois que uma missão dá errado. Henry Cavill, Angela Basset e Vanessa Kirby são as novidades do elenco, com Christopher McQuarrie de volta à direção.

Confira o cartaz teaser:

Missão: Impossível – Efeito Fallout ganha lançamento do trailer no próximo domingo (04/02), durante o Super Bowl 2018.

Uma das franquias mais queridas e rentáveis do cinema anuncia a estreia do seu sexto longa-metragem em julho deste ano e acaba de ter o seu título Missão: Impossível – Efeito Fallout revelado pelo protagonista e produtor Tom Cruise. O ator publicou a informação hoje em seu o perfil @tomcruise recém-criado no Instagram.

As melhores intenções muitas vezes voltam para assombrá-lo. Em Missão: Impossível – Efeito Fallout, Ethan Hunt (Tom Cruise) e sua equipe do IMF (Alec Baldwin, Simon Pegg, Ving Rhames), na companhia de aliados conhecidos (Rebecca Ferguson, Michelle Monaghan), estão em uma corrida contra o tempo depois que uma missão dá errado. Henry Cavill, Angela Basset e Vanessa Kirby são as novidades do elenco, com Christopher McQuarrie de volta à direção.

 

A Warner Bros. Pictures divulgou novo vídeo (legendado) de Jogador Nº1, dirigido por Steven Spielber. O autor do livro que inspirou o novo longa-metragem, Ernest Cline, fala sobre a influência dos filmes de Spielberg na história e o próprio Spielberg comenta como foi encontrar a narrativa ideal para a nova produção de ficção científica. Em meio às falas, surgem imagens de longas que marcaram a carreira de do premiado cineasta e cenas exclusivas de Jogador N°1.

O filme é ambientado no ano 2045, com o mundo à beira do caos e do colapso. Contudo, as pessoas encontraram refúgio no OASIS, um amplo universo de realidade virtual criado pelo genial e excêntrico James Halliday (Mark Rylance). Quando Halliday morre, ele deixa sua fortuna para a primeira pessoa que encontrar o tesouro que ele escondeu em algum lugar do OASIS, dando origem a uma competição que envolve o mundo inteiro. Quando um jovem e improvável herói chamado Wade Watts (Tye Sheridan) decide participar da competição, ele entra em uma caça ao tesouro arriscada e capaz de distorcer a realidade, através de um universo fantástico de mistério, descoberta e perigo.

Com lançamento no Brasil previsto para 29 de março, o filme tem roteiro assinado por Zak Penn e o próprio autor original, Cline e produção de Donald De Line, Spielberg, Kristie Macosko Krieger e Dan Farah, com produção executiva de Adam Somner, Daniel Lupi, Chris DeFaria e Bruce Berman.

Assista ao vídeo:

Warner Bros. Pictures / Amblin Entertainment / Divulgação

Nesta quarta-feira, dia 24 o time de ex-agentes da CIA mais temido do cinema invade o Megapix com o Programa Duplo Red, a partir das 20:30.

Em Red – Aposentados e Perigosos, para entender por que sua casa foi atacada, o ex-agente da CIA Frank Moses (Bruce Willis) recruta seus antigos companheiros Joe (Morgan Freeman), Marvin (John Malkovich) e Victoria (Helen Mirren), todos também aposentados.

Logo depois, às 22:30, tem Red 2 – Aposentados e Ainda Mais Perigosos. Quando Marvin Boggs (John Malkovich) descobre que Frank Moses (Bruce Willis) e a namorada, Sarah (Mary-Louise Parker), estão em perigo, ele precisa convocar novamente seus velhos parceiros para enfrentar antigos inimigos.

SERVIÇO:

Red – Aposentados e Perigosos
Red
Direção: Robert Schwentke.
Elenco: Bruce Willis, John Malkovich e Helen Mirren.
EUA, 2010. Ação. 108 min. 14 anos.

Às 20h30

Red 2 – Aposentados e Ainda Mais Perigosos
Red 2
Direção: Dean Parisot.
Elenco: Bruce Willis, John Malkovich e Helen Mirren.
EUA, 2013. Ação. 109 min. 14 anos.
Às 22h30

? Megapix / Divulgação

A Universal Pictures divulgou nesta terça-feira, 23 de março, cartaz inédito de Círculo de Fogo: A Revolta (Pacific Rim: Uprising), sequência da aventura assinada por Guillermo del Toro que levou mais de 1 milhão de pessoas aos cinemas brasileiros.

O cartaz, que destaca a frase “Só os maiores vão sobreviver”, adianta o lançamento do novo trailer do longa-metragem que será divulgado amanhã, dia 24 de janeiro. Com produção do próprio del Toro e direção de Steven S. DeKnight, a produção destaca a história de conflitos entre monstros de destruição em massa e supermáquinas pilotadas por humanos.

Na sequência, o rebelde Jake Pentecostes (John Boyega) – um piloto promissor de Jaeger cujo pai deu a vida para garantir a vitória da humanidade contra o monstruoso “Kaiju” – abandona sua formação apenas para tornar-se preso ao submundo do crime. Quando uma ameaça ainda mais imbatível desencadeia pelas cidades, ele tem uma última oportunidade de honrar o legado de seu pai através de sua irmã distante, Mako Mori (Rinko Kikuchi).

A aventura ainda traz Jing Tian, Cailee Spaeny, Rinko Kikuchi, Burn Gorman, Adria Arjona e Charlie Day no elenco e tem estreia prevista para 22 de março em circuito nacional.

Confira o cartaz:

? Universal Pictures / Divulgação

A Warner Bros. Pictures divulgou o novo trailer legendado de Tomb Raider – A Origem, ao som de Survivor, do ex-grupo da cantora Beyoncé, Destiny’s Child, a personagem Lara Croft, vivida por Alicia Vikander (A Garota Dinamarquesa), aparece em ação enfrentando diferentes desafios em uma ilha misteriosa e repleta de perigos.

No filme, Lara Croft é a independente filha de um excêntrico aventureiro que desapareceu quando ela mal tinha chegado à adolescência. Agora, uma jovem de 21 anos sem nenhum foco ou propósito na vida, Lara faz entregas de bicicleta nas caóticas ruas de Londres, ganhando apenas o suficiente para pagar o aluguel. Determinada a forjar seu próprio caminho, ela se recusa a tomar as rédeas do império global de seu pai com a mesma convicção com que rejeita a ideia de que ele realmente se foi. Aconselhada a enfrentar os fatos e seguir em frente depois de sete anos sem seu pai, Lara busca resolver o misterioso quebra-cabeças de sua morte, mesmo que nem ela consiga entender a sua motivação.

Deixando tudo para trás, ela parte em busca do último destino em que ele foi visto: um lendário túmulo em uma mítica ilha possivelmente localizada ao longo da costa do Japão. Mas sua missão não será fácil, já que a jornada para a ilha será traiçoeira. De repente, os riscos não podem ficar mais altos para Lara, que – contra todas as probabilidades e armada apenas com sua mente afiada, fé cega e espírito naturalmente obstinado – deve aprender a ultrapassar seus limites enquanto viaja para o desconhecido. Se sobreviver aos perigos dessa aventura, ela pode enfim encontrar um propósito para sua vida e tornar-se digna do nome Tomb Raider.

Com direção de Roar Uthaug (A Onda), a partir do roteiro escrito por Geneva Robertson-Dworet (Capitã Marvel) e Alastair Siddons (Não Ultrapasse) e produção do ganhador do Oscar Graham King (Os Infiltrados) sob a bandeira da sua GK Films. Nomes como Dominic West (Jogo do Dinheiro, 300), Walton Goggins (Os Oito Odiados, Django Livre), Daniel Wu (série de TV Into the Badlands) e a indicada ao Oscar Kristin Scott Thomas (O Paciente Inglês), estão no elenco.

Da Warner Bros. Pictures e Metro-Goldwyn-Mayer Pictures, Tomb Raider – A Origem tem estreia prevista para o dia 15 de março de 2018 nos cinemas brasileiros.

Assista ao trailer:

? Graham Bartholomew / Warner Bros. Pictures

Em 2014, os Guardiões da Galáxia conquistaram o público com efeitos especiais de tirar o fôlego e hits musicais da década de 1980. Três anos depois, o filme Guardiões da Galáxia Vol. 2 é destaque na Superestreia deste sábado, 13 de janeiro, no Telecine Play e no Telecine Premium.

Com direção de James Gunn, o filme mantém toda equipe original da primeira produção. Desta vez, os heróis da Marvel viajam pelo universo sideral e batalham para manter a nova família unida diante das diferentes personalidades entre eles. O elenco estelar conta com Chris Pratt, Zoe Saldana, Kurt Russell, Michael Rooker, Karen Gillan e Sylvester Stallone. Vin Diesel empresta sua voz ao carismático Baby Groot e Bradley Cooper dubla Rocket Raccoon.

No domingo, 14 de janeiro, o Telecine Pipoca exibe o primeiro e o segundo filmes em sequência, a partir das 17h45.

Assista ao vídeo:

 

SERVIÇO:

Guardiões da Galáxia Vol. 2
Direção: James Gunn
Elenco: Chris Pratt, Zoe Saldana, Dave Bautista, Vin Diesel (voz), Bradley Cooper (voz), Pom Klementieff, Sylvester Stallone, Kurt Russell e Sean Gunn
CAN, NZL e EUA, 2017. Ação. 135 min. 12 anos.

Sessão Superestreia
Dia 13/1, sábado, às 22h, no Telecine Play* e no Telecine Premium.
Dia 14/1, domingo, às 20h, no Telecine Pipoca, no Programa Duplo Guardiões da Galáxia. Às 17h45 vai ao ar Guardiões da Galáxia.

* a Superestreia também fica disponível a qualquer momento no Telecine Play
e pode ser assistida quando e onde o assinante quiser.

? Divulgação

Pouca gente sabe, mas Jumanji é um livro infantil de fantasia, cheio de ilustrações do escritor americano, especialista em literatura para as crianças, Chris Van Allsburg, publicado originalmente em 1982. No Brasil, a obra foi publicada pela extinta editora Cosac Naify, que encerrou suas atividades em 30 de novembro de 2015.

Segundo a sinopse do livro, enquanto seus pais saem à noite, Judy e Peter Shepherd, depois de brincar com alguns brinquedos, ficam entediados e decidem ir ao parque. Lá eles encontram um jogo de tabuleiro chamado Jumanji. Os dois jovens heróis desta aventura são atraídos para um universo fantástico, onde a vida cotidiana é de repente invadida por animais como leões, macacos, rinocerontes e cobras escapando do jogo para invadir a cidade.

Alguns anos depois, mais precisamente em 1995, o romance original ganhou um argumento do próprio autor, que se juntou aos roteiristas Jonathan Hensleigh (Viagem ao Grande Deserto), Greg Taylor (A Pequena Espiã) e Jim Strain (Bingo), com o objetivo de adaptar sua obra para o cinema. Com a direção de Joe Johnston (Pagemaster – O Mestre da Fantasia), Jumanji, lançou nas telonas em todo o mundo, estrelado por Robin Williams, Bonnie Hunt, Kirsten Dunst, Bradley Pierce, Jonathan Hyde, e Adam Hann-Byrd.

Apesar das críticas, em sua maioria negativa, o filme foi um sucesso de público e ganhou uma série animada entre os anos 1996 a 1999, além de uma continuação no cinema. Trata-se de Zathura: Uma Aventura Espacial, dirigido por Jon Favreau (Elf – Um Duende em Nova York), a partir do roteiro escrito pela dupla David Koepp (Jurassic Park – Parque dos Dinossauros) e John Kamps (Os Pequeninos) e estrelado por Jonah Bobo, Josh Hutcherson, Dax Shepard e Kristen Stewart.

Mas não parou por aí, a obra ganhou mais uma adaptação para o cinema, desta vez, uma produção Sony / Columbia Pictures, Jumanji: Bem-Vindo à Selva, que estreia nesta quinta-feira, 04 de janeiro, em circuito nacional.

Nesta nova aventura, quatro adolescentes em detenção escolar, são sugados para o mundo de Jumanji. Quando eles descobrem um antigo console de videogames com um jogo que nunca ouviram falar, todos são imediatamente empurrados para o cenário da selva do jogo, nos corpos de seus avatares, interpretados por Dwayne Johnson, Jack Black, Kevin Hart e Karen Gillan. O que eles descobrem é que não jogam Jumanji – Jumanji os jogam. Terão como missão ir à aventura mais perigosa de suas vidas, ou estarão presos no jogo para sempre.

Esse é o tipo de filme que é a “marca registrada” de Dwayne Johnson, ou simplesmente, “The Rock”, como é conhecido. Aqui, ele se aventura no papel de um fortão que arrebenta com a cara de todo mundo, sem se esforçar tanto. Já Karen Gillan não convence tanto. Em alguns momentos, parece que a mesma encontra-se isolada dos demais personagens, chega a ser é um pouco estranha. Bobby Cannavale, é outro que faz o esquisito e caricato Van Pelt, vilão da história. No clássico, Cannavale interpretou um caçador.

Nick Jonas, que substituiu Tom Holland, este estava com a agenda cheia, gravando Homem-Aranha: De Volta ao Lar, não foi uma substituição à altura, mas também não foi desastroso. No final, quem roubou todas as cenas foram Kevin Hart e o sempre engraçado Jack Black, ambos bons alívios cômicos. As poucas gargalhadas do público, serão nos momentos em que a dupla aparecem em cena. Robin Williams (in memoriam) ficaria satisfeito. Com essa turma, fica difícil lembrar dos quatro estudantes (personagens teens).

O roteiro escrito a oito mãos, faz uma homenagem ao clássico. Mas inova ao criar uma atmosfera sob medida para o novo longa-metragem, como os cenários com ar mais aventureiro ou na substituição do jogo de tabuleiro por um vídeogame, o que remete aos elementos mais contemporâneos. Com certeza, agradará seu público específico: crianças, adolescentes e jovens.

O polêmico figurino de Laura Jean Shannon (Homem de Ferro), é uma mistura de Lara Croft com Indiana Jones. O que não é negativo. Muito pelo contrário, o resultado ficou legal e dá uma sensação de nostalgia e um clima de aventura na selva.

Jake Kasdan (Professora Sem Classe) entrega ao espectador, uma agradável e divertida produção, que vai satisfazer a galera nas férias de janeiro. Assumir um projeto arriscado como este, não é para qualquer um. Só pela coragem, o diretor já tem crédito garantido, por assumir tamanho desafio.

Divertido, Jumanji: Bem-Vindo à Selva, apresenta uma trama envolvente, com bons efeitos visuais, uma fotografia que ambienta bem a selva, cheio de ação e aventuras para o espectador. Faltou boas atuações e química entre todos do elenco. Mas, com certeza, o resultado é uma surpresa.

?Frank Masi / Sony Pictures