Tag: 4DX

O filme estreou na última quinta-feira, 17 de maio. (📷 20th Century Fox / Divulgação)

O anti-heróis da Marvel, Deadpool , já voltou às telas dos cinemas na última quinta-feira, dia 17 de maio e na UCI o público poderá assistir às novas aventuras do mercenário tagarela nas salas especiais IMAX, XPLUS ou 4DX – que irão proporcionar imersão total na história através de tecnologias surpreendentes.

Deadpool 2 também é o destaque da semana do programa de relacionamento da rede, o UCI UNIQUE, e os associados podem comprar as entradas com preços especiais e ainda ganhar um pôster do filme.

Nas bombonières de todos os complexos UCI, os clientes que comprarem o combo especial (foto abaixo) levam para casa um balde de pipoca inspirado no personagem.

Pra quem não quer perder nenhum detalhe da superprodução, a dica é assistir nas salas especiais da rede, que proporcionam experiências incomparáveis:

Na IMAX (no Rio de Janeiro, São Paulo, Ribeirão Preto, Recife e Fortaleza), as telas são quatro vezes maiores do que as de projeção digital comum, geram imagens com muito mais brilho, nitidez e profundidade e têm áudios superpotentes alinhados a laser, que são distribuídos por todo o ambiente através de 24 canais com 18.000 whatts de potência. A tecnologia dos alto-falantes permite identificar a localização específica de cada ruído, possibilitando sensações indescritíveis.

As salas XPLUS (Salvador, Manaus, Curitiba, Fortaleza, São Luís, Canoas, Rio de Janeiro e São Paulo), têm outro diferencial. Além das telas gigantes, com exibição em 3D, a tecnologia Dolby Atmos utiliza canais de áudio com até 128 deslocamentos simultâneos de objetos sonoros, proporcionando uma riqueza de detalhes e profundidade impressionantes, que criam a ilusão de um campo de som infinito ao redor do espectador. As caixas acústicas ficam localizadas inclusive no teto, para preencher a sala com o retrato sonoro mais preciso do filme, exatamente da maneira como o diretor o imaginou.

No Rio de Janeiro (UCI New York City Center) e no Recife (UCI Kinoplex shopping Tacaruna) a rede conta com as únicas salas XPLUS Laser do país, que torna ainda mais surpreendente a qualidade das imagens. A diferença de se assistir a um filme projetado a laser é enorme, com cores mais vibrantes, contraste mais profundo e brilho muito mais intenso. A tecnologia inovadora oferece a melhor qualidade de imagem e desempenho de cores disponíveis atualmente.

As salas 4DX (Rio de Janeiro e São Paulo) têm cadeiras que vibram e se movimentam, além de 20 efeitos especiais. Durante as exibições, dependendo das cenas, o espectador é impactado por diversas sensações e aromas. No UCI NYCC, no Rio, o público poderá perceber chuva, vendaval, neblina, trovão, bolhas d´água, luzes e tempestade (rainstorm), que combina ventos fortes com gotas de chuva e cria redemoinhos de água em cima do público. Mas, quem preferir sair seco da sessão, poderá desligar o botão “water”. Já no UCI Anália Franco, a sala especial conta ainda com o exclusivo efeito neve – o único no país.

Ingressos para as exibições nos cinemas da rede podem ser adquiridos na internet, em aplicativos de celular e nas máquinas de autoatendimento disponíveis no hall dos complexos. Mais informações em www.ucicinemas.com.br.

Confira o combo:

Desde seu lançamento, a sala 4DX vem lotando todas as sessões. (📷 Divulgação)

Desde a sua estreia, o público de São Paulo vem lotando as sessões de Vingadores: Guerra Infinita na primeira sala 4DX do país com efeito neve, inaugurada no UCI Anália Franco junto com o lançamento do filme, no dia 26 de abril. Até o dia 6 de maio, a sala especial, que conta com 112 lugares, registrou um total de 4.279 espectadores, o que reflete a capacidade esgotada durante todo o período.

Confira >>> UCI Cinemas inaugura a primeira sala 4DX com efeito neve em São Paulo: Vale a pena?

No espaço, as cadeiras se movimentam em diferentes direções e o efeito exclusivo pode ser conferido em cenas do filme da Marvel. Mas não são somente os lugares na sala 4DX que estão esgotando e fazendo o maior sucesso: todos os combos promocionais Jóias do Infinito acabaram nos primeiros dias de ação na bombonière do cinema. E já que os pedidos dos fãs estão sendo tão intensos, a UCI vai enviar mais uma remessa com previsão de chegada até o dia 11/05.

Os ingressos para a 4DX podem ser adquiridos na internet, em aplicativos de celular e nas máquinas de autoatendimento disponíveis no hall do complexo. Mais informações em ucicinemas.com.br.

Exatamente na data que o mundo todo celebrou o May the 4th – trocadilho com May The Force Be With You (Que a Força Esteja Com Você), que deu ao 4 de maio o status de dia mundial de Star Wars –, a rede UCI abre a pré-venda para a primeira semana de exibição de Han Solo: Uma História Star Wars, sobre as aventuras do emblemático mercenário vivido por Alden Ehrenreich e seu fiel escudeiro Chewbacca, do ator Joonas Suotamo.


 A história se passa antes dos eventos retratados em Star Wars: Uma Nova Esperança, inclusive com Lando Calrissian, interpretado por Donald Glover
Para quem quiser experiências de imersão incomparáveis, a dica é assistir ao filme nas salas UCI IMAX, UCI XPLUS ou UCI 4DX. Haverá sessões especiais para fãs na véspera do lançamento, na madrugada de quarta-feira, 23/05, para quinta-feira, 24/05, com sorteio de brindes e ingressos para os cosplayers da saga.

Han Solo: Uma História Star Wars também será o destaque da semana do programa de relacionamento da rede na semana da estreia, o UCI UNIQUE, e os associados podem comprar as entradas com preços especiais para a semana de estreia.

Na IMAX (no Rio de Janeiro, São Paulo, Ribeirão Preto, Recife e Fortaleza), as telas são quatro vezes maiores do que as de projeção digital comum, geram imagens com muito mais brilho, nitidez e profundidade e têm áudios superpotentes alinhados a laser, que são distribuídos por todo o ambiente através de 24 canais com 18.000 whatts de potência. A tecnologia dos alto-falantes permite identificar a localização específica de cada ruído, possibilitando sensações indescritíveis.

As salas XPLUS (Salvador, Manaus, Curitiba, Fortaleza, São Luís, Canoas, Rio de Janeiro e São Paulo), têm outro diferencial. Além das telas gigantes, com exibição em 3D, a tecnologia Dolby Atmos utiliza canais de áudio com até 128 deslocamentos simultâneos de objetos sonoros, proporcionando uma riqueza de detalhes e profundidade impressionantes, que criam a ilusão de um campo de som infinito ao redor do espectador. As caixas acústicas ficam localizadas inclusive no teto, para preencher a sala com o retrato sonoro mais preciso do filme, exatamente da maneira como o diretor o imaginou.

No Rio de Janeiro (UCI New York City Center) e no Recife (UCI Kinoplex shopping Tacaruna) a rede conta com as únicas salas XPLUS Laser do país, que torna ainda mais surpreendente a qualidade das imagens. A diferença de se assistir a um filme projetado a laser é enorme, com cores mais vibrantes, contraste mais profundo e brilho muito mais intenso. A tecnologia inovadora oferece a melhor qualidade de imagem e desempenho de cores disponíveis atualmente.

As salas 4DX (Rio de Janeiro e São Paulo) têm cadeiras que vibram e se movimentam, além de 20 efeitos especiais. Durante as exibições, dependendo das cenas, o espectador é impactado por diversas sensações e aromas. No UCI NYCC, no Rio, o público poderá perceber chuva, vendaval, neblina, trovão, bolhas d´água, luzes e tempestade (rainstorm), que combina ventos fortes com gotas de chuva e cria redemoinhos de água em cima do público. Mas, quem preferir sair seco da sessão, poderá desligar o botão “water”. Já no UCI Anália Franco, a sala especial conta ainda com o exclusivo efeito neve – o único no país.

Ingressos para as exibições nos cinemas da rede podem ser adquiridos na internet, em aplicativos de celular e nas máquinas de autoatendimento disponíveis no hall dos complexos. Mais informações em ucicinemas.com.br


Desde sua concepção pelos irmãos Lumiére em 1895, o cinema sempre teve como objetivo transportar a plateia para dentro de suas histórias.

O tempo foi passando, e junto vieram algumas inovações: passando pelo pioneirismo em efeitos visuais de George Mélies, a partir de 1896; em 1906 foi apresentado o primeiro “longa-metragem” (70 minutos); a primeira exibição de um filme em três dimensões, em 1922 (mudo e em preto e banco), e o mundo conheceu a “Era do Som”, que foi inaugurada em 1927.

Em 1952, o efeito tridimensional voltou aos holofotes, mas a “moda” durou pouco, somente até 1954. Com o desinteresse dos espectadores, a tecnologia ficou adormecida, voltando algumas vezes com o passar dos anos.

Encurtando a história, com a entrada do novo milênio as possibilidades cinematográficas aumentaram, com a criação da alta definição, e a volta (por enquanto definitiva) do 3D, que ganhou seu momento de glória com Avatar (James Cameron).

Com o 3D na crista da onda, e a alta definição nas mãos, a indústria sempre buscou por novas tecnologias, que dessem uma maior sensação de imersão aos filmes, até se chegar na junção de todas essas modernidades e, então, “voilá”: os apreciadores da sétima arte alcançaram a tecnologia 4DX.

Voltando à atualidade, na noite desta quarta-feira (25/04), a rede UCI Cinemas inaugurou no Shopping Anália Franco, em São Paulo, a primeira sala 4DX com o efeito neve. E o filme escolhido para esse marco não poderia ser outro: Vingadores – Guerra Infinita, em uma pré-estreia para lá de especial.

No início da sessão, foi exibido um teaser explicativo das “sensações” disponíveis: movimentação das cadeiras, água, névoa, vibração, aroma, vento e a esperada neve. A expectativa estava alta e a demonstração do teaser com os efeitos postos em prática, provocou variadas reações: risadas, sustos, e até gritinhos. Pronto: a plateia estava devidamente apresentada aos efeitos.

Como seria a desenvoltura das novidades ao longo das 2h36m de exibição de Vingadores: Guerra Infinita? Logo se saberia.

📷 UCI Cinemas / Divulgação

A tecnologia funciona bem. A imersão foi introduzida através dos mais variados efeitos sensoriais: a cada batalha travada na tela, os espectadores sentiam como se estivessem inseridos no cenário à frente. 

Vibrações nas poltronas, nas mais variadas intensidades, eram sentidas a cada ameaça que se aproximasse, ou até mesmo a cada pesado passo dos personagens. Golpes eram desferidos na tela, e pequenas lufadas de ar eram sentidas próximas aos ouvidos, como se cada soco, ou cada instrumento utilizado em combate, passasse a centímetros das pessoas. E os golpes certeiros e ferimentos eram sentidos também, através de alguns movimentos no encosto das poltronas, como se fossem massageadores sincronizados.

A parte do ambiente também não decepcionou: a cada cena na chuva ou em locais molhados, pequenos jatos de água eram borrifados à frente das pessoas. Cada ventania era sentida com intensidades diferentes também, desde uma brisa passageira aos ventos mais moderados dentro da sala. E cada explosão ou brilho intenso advindo da película, era acompanhado no ambiente por orquestrados feixes de luzes brilhantes na lateral da sala.

A gravidade também foi deliciosamente explorada: a cada cena que mostrasse viagens espaciais ou decolagens e aterrissagens das naves na tela, se tinha como companhia o movimento feito pelas poltronas em variadas direções: para cima, para baixo, e para os lados também, criando uma agradável sensação.

Mesmo com todo esse leque sensorial explorado, algumas melhorias poderiam ser feitas. Foram prometidos aromas exalados durante a sessão, e de fato houve. Porém era sempre o mesmo, independente do que estivesse sendo mostrado na tela. O barulho emitido por alguns dispositivos de efeito na sala, algumas vezes eram altos e desconexos com o filme, o que atrapalhava um pouco a imersão. E por fim, a tão esperada neve se resumiu a alguns flocos despejados na frente da tela, quando se esperava um preenchimento total do ambiente. 

Isso atrapalhou a proposta da sessão? É claro que não! De fato as pessoas se sentiram “dentro” do filme. E a promessa de imersão foi cumprida com êxito, deixando todos satisfeitos. Aliás, mais uma sensação juntou-se às outras: o gostinho de “quero mais”.

Novidade que revoluciona a experiência cinematográfica chega ao UCI Anália Franco. (📷 UCI Cinemas / Divulgação)

Em abril, a rede UCI reforça sua missão de oferecer ao público a melhor experiência em cinema e o que há de mais inovador no mundo, no mercado audiovisual.  Em São Paulo, no UCI Anália Franco vai impressionar mais uma vez com a primeira sala 4DX do país com efeito neve, que literalmente faz cair flocos de gelo no público. Com 112 lugares, as cadeiras se movimentam em diferentes direções e os efeitos especiais conectam o espectador através dos sentidos.

O público já poderá conferir a novidade no dia 26 de abril com a estreia de Vingadores: Guerra Infinita – o aguardado lançamento da Marvel. Na sequencia, Deadpool 2 também da Marvel e Han Solo – Uma História Star Wars, da Lucasfilm, também estão programados para a sala especial.

O investimento da UCI para o novo espaço foi de R$ 3,5 milhões e o sucesso é garantido, já que a 4DX inaugurada no ano passado no UCI New York City Center, no Rio de Janeiro, tem a maior ocupação média do país.

De acordo com o roteiro do longa-metragem a que está assistindo, o espectador é surpreendido por vibrações, vendavais, neblina, bolhas d´água, luzes e aromas. Em São Paulo, além do efeito tempestade, combina ventos fortes com gotas de chuva e cria redemoinhos de água em cima, a experiência será ainda mais indescritível com o efeito neve, que faz cair flocos de gelo no público.

A 4DX é uma parceria da rede UCI com a CJ 4DPLEX, empresa líder no segmento de cinema 4D, com sede em Seul e escritórios em Los Angeles e Pequim. A companhia criou a 4DX, tecnologia líder e pioneira em 4D para cinema em filmes de longa-metragem. “A 4DX já é um sucesso no Rio e esperamos que o público de São Paulo se surpreenda e se divirta demais com todas as sensações que a tecnologia proporciona, principalmente o inédito efeito neve”, diz Monica Portella, diretora de marketing da UCI.

SERVIÇO 4DX:
Sala 9 – UCI Anália Franco (Av. Reg. Feijó, 1739 – Tatuapé, São Paulo)
Valor dos ingressos: R$ 22 a R$ 66 (inteira)
Mais informações:www.ucicinemas.com.br

Filme ganha pré-estreias a partir de 00h01, de 25 para 26 de abril. (📷 Marvel Studios / Divulgação)

Quem está contando os dias para o lançamento de Vingadores: Guerra Infinita vai ficar ainda mais animado com as ações que a UCI Cinemas está preparando. No dia 25/04, tem Maratona Vingadores, com sessões dos dois primeiros filmes da saga seguidas de pré-estreias de Vingadores: Guerra Infinita. A partir de 00h01 (de 25 para 26 de abril), essas sessões chamadas de Fan Events terão distribuição de pôsteres do filme para todos os espectadores. E ainda, os 30 primeiros que chegarem de cosplay ganham ingressos para retornarem aos cinemas.

Nas bombonières de todos os complexos UCI, quem comprar o combo especial Joias do Infinito vai ganhar um copo inspirado no seu super-herói favorito. Vingadores: Guerra Infinita também será, por duas semanas, o filme de destaque do programa de relacionamento da rede, o UCI UNIQUE. Os associados compram as entradas com preços especiais e ainda ganham um botton da série Vingadores (sujeito a estoque do brinde).


Pra quem não quer perder nenhum detalhe da superprodução, a dica é assistir ao filme nas salas especiais da rede, que proporcionam experiências incomparáveis:

Na IMAX (no Rio de Janeiro, São Paulo, Ribeirão Preto, Recife e Fortaleza), as telas são quatro vezes maiores do que as de projeção digital comum, geram imagens com muito mais brilho, nitidez e profundidade e têm áudios superpotentes alinhados a laser, que são distribuídos por todo o ambiente através de 24 canais com 18.000 whatts de potência. A tecnologia dos alto-falantes permite identificar a localização específica de cada ruído, possibilitando sensações indescritíveis.

 
As salas UCI XPLUS (Salvador, Manaus, Curitiba, Fortaleza, São Luís, Canoas, Rio de Janeiro e São Paulo), têm outro diferencial. Além das telas gigantes, com exibição em 3D, a tecnologia Dolby Atmos utiliza canais de áudio com até 128 deslocamentos simultâneos de objetos sonoros, proporcionando uma riqueza de detalhes e profundidade impressionantes, que criam a ilusão de um campo de som infinito ao redor do espectador. As caixas acústicas ficam localizadas inclusive no teto, para preencher a sala com o retrato sonoro mais preciso do filme, exatamente da maneira como o diretor o imaginou.

A sala 4DX (UCI New York City Center, no Rio) tem cadeiras que vibram e se movimentam, além de 20 efeitos especiais, como chuva, vendaval, neblina, trovão, bolhas d´água, luzes e tempestade (rainstorm), que combina ventos fortes com gotas de chuva e cria redemoinhos de água em cima do público. Mas, quem preferir sair seco da sessão, poderá desligar o botão “water”. Durante as exibições, dependendo das cenas, o espectador é impactado por diversas sensações e aromas. O complexo, na Barra da Tijuca, também tem a única sala XPLUS Laser do estado do Rio, que torna mais surpreendente a qualidade das imagens. A diferença de se assistir a um filme projetado a laser é enorme, com cores mais vibrantes, contraste mais profundo e brilho muito mais intenso. A tecnologia inovadora oferece a melhor qualidade de imagem e desempenho de cores disponíveis atualmente.

A UCI vai inaugurar uma sala XPLUS Laser no Recife e uma 4DX em São Paulo – a primeira com efeito neve.  A previsão é que Vingadores: Guerra Infinita seja o primeiro filme a estrear nos novos espaços.

Ingressos para as exibições nos cinemas da rede podem ser adquiridos na internet, em aplicativos de celular e nas máquinas de autoatendimento disponíveis no hall dos complexos. www.ucicinemas.com.br

Confira o combo: