Submarine não é apenas o filme com trilha sonora indie feita pelo Alex Turner, ele vai muito além disso, abordando temas profundos e delicados.

📷 Foto/Distribuição – Submarine

Submarine se passa em Londres, isso já quer dizer muito sobre o comportamento contido de seus personagens, além da atmosfera melancólica que o filme tem.
O longa mostra a vida de Oliver Tate, um cara imensamente comum, além de esquisito, Oliver pensa que é uma pessoa notável, mas só percebe que não é nada demais depois de sua primeira decepção amorosa, Jordana Bevan.

📷 Foto/Distribuição – Submarine

Jordana é uma menina que se encaixa perfeitamente no padrão Ramona, de Scott Pilgrim vs O Mundo, antes de mostrar como é sua família, a mãe dela tem câncer cerebral e precisa de uma cirurgia de alto risco, que inclusive foi bem sucedida. Jordana odiava ficar abraçada e Oliver era carente demais, não gostava de ficar de mãos dadas, tinha as mãos ásperas por causa da alergia a pelo de cachorro, cachorro esse que morreu atropelado, e o Oliver ajuda ela a enterra-lo. Jordana também era piromaníaca. Tem uma cena de 5 minutos só dela queimando coisas e soltando fogos.

📷 Foto/Distribuição – Submarine

A questão toda é como Oliver foi criado, ele só é esquisito por um único motivo: observar os outros, parecendo um stalker, principalmente seus pais, Jill e Lloyd Tate.
Os pais de Oliver são tão apáticos que é impossível não se incomodar. Até que um dia, um homem excêntrico, Graham Purvis, se muda para a casa do lado da de Oliver, ele dava palestras sobre exoterismo e a mãe de Oliver gostou disso, claro. Automaticamente ela se tornou passiva agressiva e seu jeito apático se transformou em agitação, agitação inglesa.

📷 Foto/Trailer – Submarine

Enquanto isso, o pai do Oliver ainda estava no mesmo estado depressivo, ele é biólogo marinho, em uma conversa com seu pai, Oliver pergunta a seu pai se ele era tão fascinado pelo mar porque se sentia imerso o tempo todo, e ele diz que sim, que começou a se sentir desta forma muito jovem e as vezes aparece que tá afundando de novo.

Inclusive, quando o Oliver fica sofrendo pela Jordana, ele deita na cama, um mar abre e ele começa a flutuar chorando em posição fetal. E o motivo disso foi ela pedir pra ele ficar ao lado dela no momento que sua mãe estava em cirurgia e ele simplesmente não apareceu e achou que tudo bem.

Submarine não é só mais um filme com trilha sonora bonita. Veja e você descobrirá com seus próprios olhos.