Parece que a Warner está realmente disposta a rebootar o Worlds of DC após o fracasso de Liga da Justiça. Após saírem informações de que o novo filme do Esquadrão Suicida não será uma sequência, mas sim um reboot, surge a informação de que o novo filme da guerreira amazona não será uma sequência do primeiro.

Em entrevista ao ao Vulture, o produtor de Mulher-Maravilha 1984, Charles Roven, afirmou que o novo filme de Patty Jenkins não será uma sequência do primeiro filme: “Ela estava determinada que esse filme fosse a próxima aparição da Mulher-Maravilha, mas não uma continuação. E ela certamente está entregando isso. A ambientação temporal é completamente diferente e você vai ver o que Diana/Mulher-Maravilha tem feito nesse meio-tempo. Mas estamos contando uma história bem diferente. Ainda assim, terá muito das mesmas coisas emocionais, do humor, da ação corajosa.”

Fica difícil imaginar como o filme pode não ser uma sequência direta se a trama do novo longa abordará questões em aberto na história da personagem que foram deixadas em seu filme solo, além da inesperada volta de Steve Travor (Chris Pine).

Ao que parece, mesmo alguns filmes tendo feito sucesso na pré-Liga da Justiça, a Warner quer desvincular todos os seus personagens que são suas galinhas dos ovos de ouro e criar algo mais particular e seguir uma nova fórmula. Os exemplos mais recentes são Aquaman, que teve uma pegada mais leve e descontraída e o vindouro Shazam!, que de acordo com as primeiras impressões vai seguir o mesmo ritmo.

Mulher-Maravilha 1984 tem sua estreia agendada para 4 de junho de 2020.

Leia também: