Christopher Nolan queria, originalmente, filmar Dunkirk sem usar nenhum roteiro. “Cheguei ao ponto de que entendia o escopo, o movimento e a história que queria contar, porque é simples geografia. Eu disse ‘não quero roteiro, só quero mostrar isso’, quase como se eu só quisesse encenar isso. E filmar”, conta o diretor, em entrevista que deu ao irmão e foi publicada junto ao roteiro do longa (via Hollywood Reporter).

De acordo com Nolan, a ausência de diálogos seria como um desafio. “Eu senti que eu já tinha dominado essa forma”, disse, se referindo a produção de filmes comandados por diálogos emocionantes.

No entanto, ele foi convencido por sua esposa e parceira de produção, Emma Thomas, de que essa abordagem não seria uma boa ideia. “Emma me olhou como se eu fosse um pouco louco e eu fiquei ‘ok, isso não vai funcionar'”.

Dunkirk entrou em cartaz no dia 27 de julho.