“Alguém é capaz de viver sem o toque humano?” “O que fizemos das nossas vidas?” “Vale a pena viver sem se arriscar?” “E se a qualquer momento eu der meu último suspiro?” Essas são algumas das questões que o filme aborda tão lindamente e de forma simples.

A Cinco Passos de Você conta a história de Stella Grant (Haley Lu Richardson) que sofre de fibrose cística, doença crônica que afeta os sistemas respiratório e digestivo, e vive a maior parte do tempo em um hospital o qual realiza experimentos em pacientes com a doença. Lá ela conhece Will Newman (Cole Sprouse), que também é portador da doença, porém mais severa, mas ambos não podem se tocar para evitar infecções que pode levá-los a morte mais cedo.

Imagem / Divulgação

Stella é uma garota que tenta lutar pela vida enquanto aguarda uma doação de pulmão para que tenha pelo menos a chance de viver mais alguns anos, enquanto Will não acredita mais na cura e decide viver sempre como se fosse seus últimos momentos. A história gira em torno do romance dos dois, que mesmo não podendo se tocar começam um romance proibido e perigoso e a maior parte disso se passa nas dependências do hospital onde vivem para realizar o tratamento.

O roteiro do longa é bem escrito e conversa muito bem com o espectador, fazendo com que sintamos empatia pelos protagonistas e coadjuvantes. A ambiguidade de sentimentos que o filme desperta é incrivelmente bem aplicada. A falta de contato físico dos protagonistas deixa um incômodo tremendo, nos deixando ansiosos por um beijo, um abraço, ou um simples toque com a pontinha do dedo entre os dois, mas quando está prestes a acontecer quase pulamos da poltrona para que aquilo não aconteça – “NÃO, É PERIGOSO!”, é a primeira coisa que pensamos.


Imagem / Divulgação

Do mesmo modo que nos importamos com o casal e sintamos um sentimento ambíguo por eles, o mesmo acontece com os coadjuvantes que são tão importantes quanto os protagonistas, e certas vezes temos momentos de raiva, seja porque a enfermeira proíbe que Stella e Will se encontrem, mas também entendemos os seus motivos, ou seja também pelo amigo com a mesma doença que não consegue se relacionar e se sente culpado por estar doente.

A transformação física de Richardson e Sprouse é inacreditável e ambos surpreendem quando aparecem seminus e os ossos marcando a pele . O emagrecimentos de ambos só mostra o quanto estavam envolvidos no projeto, e suas atuações são extremamente convincentes. Em uma hora e cinquenta e seis minutos de filmes, aqueles eram Stella e Will, dois jovens doentes à beira da morte.


Imagem / Divulgação

A fotografia é linda e bem executada, principalmente em quadros de longa distância para mostrar que o espaço entre os protagonistas é angustiante e os planos mais fechados deixam um tom de angústia e sensação de perigo iminente. A trilha, tão bela, que é quase imperceptível e não rouba a cena (literalmente falando), sendo tão suáveis que só complementa o que está acontecendo.

A Cinco Passos de Você traz não traz uma trama original mas traz momentos lindos, emocionantes e de pura ternura. É aquele filme que te faz sair da sala com um sentimento de perda, e pensando sobre tudo o que viu e como aquilo se aplica na sua vida.

Assista o trailer: