A ex-atriz da famosa série Smallvile, Allison Mack, declarou-se culpada da acusação de tráfico sexual durante o seu julgamento hoje, perante ao tribunal do Brooklyn. A atriz ainda revelou durante o julgamento que ela mesma tinha uma escrava sexual.

De acordo com os promotores, Allison Mack fazia parte de uma seita chamada NXIVM (pronunciado como “Nexium”); sua função era recrutar jovens moças para serem escravas sexuais. Ainda de acordo com as informações, a atriz desempenhava um papel de destaque na NXIVM.

Muito além de um grupo de autoajuda

Em outubro de 2017 o The New York Times revelou em uma reportagem o lado obscuro da organização liderada por Keith Raniere, guru de autoajuda. Mack era integrante do grupo e desempenhava uma função de destaque. Dentro da organização surgiu o grupo denominado como DOS. A finalidade do grupo era recrutar mulheres para servir aos mestres superiores na hierarquia.

As vítimas eram marcadas com ferro quente que continha as inicias de Mack e Raniere e eram obrigadas a forneceram informações pessoais e comprometedoras de amigos e familiares para coação e até mesmo dados bancários; além das extorsões as vítimas ainda eram espancadas

Marcas a ferro com as iniciais de Keith Ranieri (KR) e Allison Mack (AM).

Após a repercussão da reportagem o FBI iniciou uma investigação. Mas somente em abril de 2018 Allison Mack foi presa sob acusações de tráfico sexual e trabalho forçado, mas as acusações só vieram a recair sob a atriz logo após a prisão do líder da seita. No entanto, a atriz pagou US$ 5 milhões em fiança para que pudesse responder em liberdade; e concordou com prisão domiciliar na casa de seus pais.

Outra atriz de Smallville na NXIVM

Uma outra atriz de Smallville e amiga de elenco de Allison Mack também integrou o grupo. A atriz Kristin Kreuk integrou a NXIVM por um tempo; porém deixou a organização há pelo menos cinco anos antes da prisão de Mack.

Na época da publicação da reportagem do New York Times, Kreuk também foi acusada de aliciar vítimas para a seita. Mas a atriz não foi acusada por nenhum crime de associação à organização. No entanto, a atriz aproveitou para falar sobre o período em que participou do grupo em seu twitter:

“As acusações de que eu faria parte de uma ‘cúpula interna’ ou recrutaria mulheres como ‘escravas sexuais’ são descaradamente falsas (…) Quando eu tinha cerca de 23 anos, eu fiz um intensivo Programa de Sucesso Executivo/NXIVM, que eu entendi ser um curso de autoajuda/crescimento pessoal que me ajudaria a lidar com a timidez que eu tinha, razão pela qual continuei com o programa. Eu abandonei (o programa) cerca de cinco anos atrás e tive um contato mínimo com aqueles ainda envolvidos”