“Uma estudante universitária revive o dia de seu assassinato com detalhes e descobre a identidade de seu assassino.”

O gênero Slasher teve seu auge nos anos 80. Na década seguinte, um clássico da sessão da tarde, chamado O feitiço do tempo, foi lançado. E em 2017, o filme A Morte te Dá Parabéns, resolveu unir o gênero Slasher, e o plot de Feitiço no tempo, resultando assim, num filme que gosto de chamar de slasher de sessão da tarde.

A Morte te Dá Parabéns
(📷: Divulgação/Blumhouse)

A Morte te dá Parabéns já começa estabelecendo suas batidas como todo bom filme de looping temporal, mas o diferencial aqui, é que o filme não se prende a isso. Ao invés de só focar na repetição das mortes pelas quais a protagonista Tree passa, a personagem evolui durante o longo do filme, e passa de odiavel, a carismática, e empática, graças a uma direção, nesse aspecto, controlada, e ao ótimo trabalho da atriz Jessica Rothe.
Toda essa evolução da protagonista é muito bem explorada, mais uma vez, graças ao esforço de Jessica. A personagem começa como uma megera, e sua evolução nos faz comprar sua briga para sair do looping temporal. O personagem de Israel Broussard, Carter, também tem carisma, e é o único além da protagonista que nos gera alguma empatia.

A Morte te Dá Parabéns
(📷: Divulgação/Blumhouse)


A boa direção de Christopher Landon pode apresentar vacilos, como criação e abandono de subtramas que sequer eram nescessárias, mas é uma grata surpresa, visto que o diretor vinha de projetos muito criticados, como Atividade paranormal: Marcados para o mal, e Como sobreviver a um ataque zumbi. Mas aqui, Landon mostra que tem muita coisa boa pra oferecer, e que sabe como divertir o público, porquê diversão é o que não falta no longa!


Os problemas também aparecem no roteiro, que que deixa furos e mais furos numa tentativa de esperteza. A classificação 12 anos pode ser uma limitação para aqueles que queriam ver os assassinatos na tela, mas eu acho que encaixa com a proposta do filme, e é o que o torna juntamente com seu plot, um Slasher de sessão da tarde.

A Morte te Dá Parabéns
(📷: Divulgação/Blumhouse)

Busquei saber um pouco mais sobre como o filme é visto pelo público brasileiro, indo no grupo do Facebook do Cinerama, e apesar de alguns não gostarem nem um pouco do filme, a maioria da galera aprova, e diz que se diverte bastante com o longa.


A Morte te dá parabéns não tinha pretensões gigantescas, e cumpriu com seus 2 grandes objetivos: divertir, e lucrar; O filme custou 9 milhões de dólares aos bolsos da Blumhouse e faturou 125 Milhões, garantindo sua sequência. É um filme leve, bom pra assistir num sábado/domingo a tarde, sem muitas expectativas, e se divertir, por que as vezes, tudo o que precisamos é descontrair um pouco.

Assista ao trailer:

Veja também: Flash mob ao som de Backstreet Boys em The Big Bang Theory