The night of – Culpado ou inocente?

0
30
Anúncio Publicitário

Série exibida pela HBO (2016), criado por Richard Price (Vítimas de uma paixão, O preço de um resgate, A escuta) e Steven Zaillian (A lista de Schindler, Lances inocentes, Millennium: os homens que não amavam as mulheres, O homem que mudou o jogo), com 9 episódios. Este seriado é voltado para aqueles que gostam do gênero criminal, investigativo como CSI, Law and Order e True Detective. O roteiro é muito bem construído e desenvolvido, da mesma maneira que o elenco, mesmo não tendo grandes nomes, consegue cativar o público e entregar uma história interessante.

Quando Nazir sai em uma noite com a intenção de ir a uma festa de seus amigos, pegando o taxi de seu pai escondido, acaba se perdendo na cidade e conhecendo uma garota, Andrea, que pede para fazer uma corrida pensando que o rapaz era taxista. Encantado com a moça ele aceita, a levando para a praia e depois para sua casa, onde os dois consomem algumas drogas e bebida alcoólica, se envolvendo até terminarem a noite juntos. Quando Nazir acorda durante a madrugada e percebe estar em um outro cômodo da casa, sem entender muito bem como chegou até lá, vai em direção ao quarto de Andrea para vestir suas roupas e despedir-se dela, mas a surpresa e o terror de encontrá-la morta, em meio as possas de sangue em sua cama o fazem correr para fora da casa em desespero. É a partir desse fato que começa toda a trama da série.

Quando se trata desse gênero a história precisa ser capaz de não entregar todo o mistério logo nos primeiros episódios, deixando para encaixar todas as peças ao final da temporada. The night of vai além, nos proporcionando a dúvida e a mudança de posicionamento durante cada novo capítulo da história, isso é uma das razões que fazem com que continuemos assistindo. Não se pode confiar em ninguém porque a cada nova atitude do personagem suas intenções também se modificam, não deixando claro se ele é bom ou mal. Instala-se um ambiente perigoso de estar, com muitos fatos que levam a uma conclusão, mas que visto por outro ângulo mostra outros fatos que ainda não haviam sido abordados, bagunçando a cabeça de todo mundo.

Como ao final do último episódio deixa-se muitas possibilidades em aberto para o personagem principal, uma segunda temporada poderia vir para esclarecer a personalidade dele ou para confundir ainda mais. Dessa forma, apenas uma temporada bastou para contar o fato principal e nos deixar com o benefício da dúvida.

Confira o trailer: