Crítica | “Em Pedaços” é um filme que traz reflexões atuais

Em Pedaços tem previsão de estreia para o dia 15 de março no Brasil, o thriller alemão foi à aposta da Alemanha para o Oscar 2018. A história acompanha Katja, uma alemã comum que vive, felizmente, com seu marido turco Nuri e seu filho Rocco, de sete anos. A vida de Katja muda quando uma bomba explode em frente ao serviço de Nuri, matando ele e o filho do casal. Katja então sai a procura de justiça, suspeitando que o ataque foi fruto de uma ação neonazista.

O filme é dividido em três atos, no primeiro o espectador conhece a dinâmica familiar da protagonista, no segundo acompanha-se a busca por justiça de Katja, e, no terceiro apresenta um desfecho surpreendente. O roteiro é construído de forma espetacular, a narrativa parece ser bem simples no início, mas vai se mostrando complexa conforme se aproxima do final. Os personagens não são polarizados, são multifacetados, com defeitos e virtudes que deixam a trama mais interessante.

Cena de “Em Pedaços”. (? Divulgação)

Diane Kruger (Troia), que interpreta a protagonista Katja, é sensacional. A atriz consegue expressar belamente tanto os momentos de raiva e angústia da personagem, quanto seus momentos mais introspectivos e doloridos. Não é à toa que Kruger levou para casa o prêmio de melhor atriz no festival de Cannes do ano passado. A direção de Arte e de Fotografia do filme também merecem uma atenção especial, a paleta de cores frias da arte juntamente com ângulos pouco usuais da câmera constroem muitíssimo bem a atmosfera agonizante do thriller. A trilha sonora, por outro lado é, por várias vezes, óbvia demais, com um tom melancólico nas cenas mais tristes e música inquietante nos momentos mais tensos da história.

Por fim, Em Pedaços apresenta um tema relevante e importante no cenário contemporâneo, onde extremistas e nacionalistas ganham forças e apoio popular. Roteirizado de forma brilhante e dirigido com muito primor, o filme merece ser assistido e refletido.

Alemanha, Cinema, Em Pedaços, filme, Filme Estrangeiro, Imovision, Oscar 2018, Thriller

  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
"O cinema é um modo divino de contar a vida"
Federico Fellini

© 2018 Cinerama Clube.

Todos os direitos reservados.

[email protected]

Desenvolvido e Hospedado por Vedrak