Kevin Spacey pede desculpas por assédio e fala de sua sexualidade

Anthony Rapp, que atualmente participa da série Star Trek: Discovery, revelou neste fim de semana ao site americano Buzzfeed ter sido assediado pelo ator Kevin Spacey, em uma festa ocorrida em 1986. Rapp, então com 14 anos, e Spacey, com 26, se conheceram quando trabalhavam em peças na Broadway. O assédio teria ocorrido em uma festa na casa de Spacey. Em suas redes sociais, o ator pediu desculpas e disse que “hoje vive como um homem gay”.

Ao chegar à festa, Rapp, que não conhecia mais ninguém, ficou entediado. Por isso, foi até o quarto de Spacey e ligou a TV. Quando já não havia mais ninguém na festa, Spacey apareceu, aparentemente alcoolizado. “Ele me pegou nos braços, como um noivo faz com a noiva. Mas eu, a princípio, não demonstrei meu desconforto porque pensei ‘O que está acontecendo?’. E então ele se deitou em cima de mim”, disse o ator, hoje com 46 anos.

Segundo o relato, os avanços de Spacey pararam por aí, porque Rapp se desvencilhou e entrou no banheiro. Lá, viu uma foto do dono da casa abraçado com outro homem. Foi quando lhe passou pela cabeça a ideia de que Spacey poderia ser gay. Rapp então abriu a porta, disse que precisava ir, e foi embora para casa.

A história já havia sido contada parcialmente em uma entrevista que Rapp deu em 2001 — omitindo o nome de Spacey — à The Advocate, uma publicação LGBT. O ator, que fala abertamente sobre sua homossexualidade desde 1992, já havia contado a história para um ex-namorado e alguns amigos. Ele decidiu vir a público após as acusações de assédio sexual de diversas atrizes contra Harvey Weinstein, um dos mais famosos produtores de Hollywood.

A sexualidade de Spacey é tema de especulação há anos, mas o ator sempre deu declarações dizendo que preferia resguardar sua vida privada. O assunto foi inclusive tema de uma reportagem de capa (“Kevin Spacey Has a Secret”) da revista Esquire, em outubro de 1997, há exatos 20 anos.

Desta vez, com as declarações de Rapp, Spacey resolveu falar sobre o assunto. Disse em suas redes sociais não se lembrar do ocorrido, mas pediu desculpas. “Se eu me comportei então da maneira que ele descreveu, eu lhe devo a mais sincera desculpa pelo que foi então um comportamento inapropriado de um bêbado, e sinto muito pelos sentimentos que ele diz carregar consigo por todos esses anos”, diz a nota.

Ele também diz que a história o encorajou a lidar com outras coisas de sua vida e fala, pela primeira vez, abertamente sobre sua homossexualidade. “Como as pessoas mais próximas a mim sabem, já tive relacionamentos com homem e mulheres. Já amei e tive encontros românticos com homens ao longo da vida e escolhi viver agora como um homem gay.”

Kevin Spacey ganhou o Oscar de ator coadjuvante em 1996, pelo filme Os Suspeitos, e o de melhor ator em 2000, pelo filme Beleza Americana. Atualmente é conhecido por interpretar o político Frank Underwood, protagonista da série House of Cards, no Netflix.

assedio, Cinema, Cinerama, filme, filmes, Kevin Spacey


Caio Augusto

Estudante, 21 anos, apresentador do canal Cinerama TV, e o maior fã do Scorsese que você respeita.

  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
"O cinema é um modo divino de contar a vida"
Federico Fellini

© 2018 Cinerama Clube.

Todos os direitos reservados.

[email protected]

Desenvolvido e Hospedado por Vedrak