Após levar o público a refletir sobre o suicídio na adolescência com a série dramática 13 Reasons Why, a Netflix mira novamente o universo jovem. Estreia nesta sexta-feira (11/8) no serviço de streaming Atypical, série com oito episódios de 30 minutos, que fala sobre Transtorno do Espectro Autista (TEA), cujo principal sintoma é a dificuldade de comunicação e interação. No centro da trama está um estudante com certo grau desse distúrbio. Ele quer arrumar uma namorada e “ver peitos”, como confidencia à mãe em uma divertida cena. Sim, o tom é de comédia. Estratégia que, com leveza, joga luz sobre o preconceito.

O protagonista Sam (Keir Gilchrist), 18 anos, tenta transpor as dificuldades do autismo e, ainda, lidar com a transição para a vida adulta. Vive com a mãe, Elsa (Jennifer Jason Leigh); o pai, Doug (Michael Rapaport) e a irmã, a também adolescente Casey (Brigette Lundy-Paine), em um confortável lar norte-americano. Frequenta o colégio, onde tenta flertar, mas sem levar o menor jeito. Em dado momento, desabafa com os amigos:

– Às vezes, eu queria ser normal.

Um deles prontamente rebate:

– Cara, ninguém é normal.

Está aí outro tema importante que permeia a série e abarca os principais personagens da história: o que significa ser normal?

Assista ao trailer da série:

Estudante, 21 anos, apresentador do canal Cinerama TV, e o maior fã do Scorsese que você respeita.
Loading Facebook Comments ...