A série criada por Dan Fogelman para a NBC no ano de 2016, com 18 episódios na primeira temporada é um belíssimo exemplo de como se pode fazer um roteiro diferenciado e focado em um tema que incita desde o primeiro episódio a empatia dos telespectadores. A história tem seu foco voltado para um casal, Jack (Milo Ventimiglia) e Rebecca (Mandy Moore), mostrando desde como se conheceram, a gravidez de Rebecca, as mudanças e conflitos entre eles até a vida adulta de seus filhos, passando para as perspectivas isoladas de cada um. A narrativa não é linear, ou seja, os fatos não são mostrados contendo uma sequência temporal, o que contribui para que tenhamos sempre as consequências antes do fato ter ocorrido. A história dos trigêmeos, Kate (Chrissy Metz), Kevin (Justin hartley) e Randall (Sterling K. Brown) logo após o parto é fundamental para o desenvolvimento de cada um deles na trama, como também para se ter uma maior profundidade sobre a personagem Rebecca.

Por se tratar de pequenas crônicas a narrativa faz com que qualquer pessoa se sinta parte da trama, muitas vezes tendo os mesmos problemas abrangidos em determinado episódio. Com isso, se fortalece o vínculo com certo personagem, acompanhado do desejo pelo sucesso dele, o que também não se terá tão facilmente, uma vez que a cada novo avanço do enredo os personagens, seja um dos gêmeos ou um dos pais, se tem novos conflitos.

Um dos assuntos abordados na série é a dificuldade de um casal que, em primeiro momento, entra em conflito por não se entender quanto a terem ou não filhos. Todo o processo de amadurecimento de ambos até chegarem a conclusão e acerto daquilo o que queriam fazer com a união estabelecida. Depois, as mudanças que tanto Rebecca quanto Jack enfrentaram durante a gestação, a qual também foi surpreendente uma vez que na espera do primeiro filho se constatou que eram três bebês a caminho. Durante a adolescência das crianças mostra-se cada singular barreira que cada um precisa vencer, como a obesidade de Kate, o preconceito de Randall e a capacidade limitada de Kevin. Esses conflitos não são totalmente superados no primeiro momento, os quais se agravam a medida que as crianças se tornam adultos, e quanto mais conhecem novas pessoas maiores ficam esses problemas.

This is us” é uma série leve com doses de drama e humor, capaz de incitar a reflexão sobre atitudes humanas, valores e empatia.

Anúncio Publicitário