13 Reasons Why | Produtor conta como foi o processo para decidir pela exibição de cenas fortes

[Cuidado com spoilers!]

13 Reasons Why foi renovada para sua segunda temporada, mas a decisão da série de exibir cenas fortes de suicídio, bullying e violência sexual em seu primeiro ano continua rendendo discussão. Em entrevista à Entertainment Weekly, o produtor Brian Yorkey falou mais sobre a decisão de exibir cenas como a de Hannah Baker (Katherine Langford) tirando a própria vida.

Era extremamente importante que fizéssemos tudo o que estivesse ao nosso alcance para dizer a verdade. No caso dos eventos mais traumáticos do show, sentimos a responsabilidade real de não desviar o olhar para eles. A tentação de contar essa história de uma forma que torna mais fácil de assistir equivale a não dizer a verdade. Então, onde nós fomos ousados, só fomos ​​porque a verdade é poderosa e às vezes difícil.

No livro homônimo de Jay Asher, a morte de Hannah não é explicitada – há rumores inclusive de que a jovem tenha se matado com uma overdose de remédios. Yorkey conta que especialistas foram consultados antes da decisão de mostrar a morte da adolescente na banheira, cortando os pulsos.

É uma seqüência muito brutal e muito difícil de assistir, discutimos muito isso. Tivemos alguns médicos maravilhosos que nos ajudaram a entender como seria a experiência para Hannah e de que maneira as representações anteriores de suicídio, especialmente quando feitas por adolescentes, haviam sido esteticamente suavizadas. Nós nos dispomos a retratar isso da forma mais verdadeiramente possível.

Não é algo tão inédito assim a abordagem da temática do suicídio na ficção, mas, diferentemente de filmes como Sociedade dos Poetas Mortos ou produções semelhantes, 13 Reasons Why manteve a câmera sobre Hannah em cada minuto de sua decisão. “Quando essas coisas acontecem em livros, filmes ou programas de TV, não as vemos, e ficamos confortáveis ​​com isso. Então nos perguntamos por que as pessoas não entendem quão horríveis são essas coisas“.

Vale lembrar que as cenas geraram um forte debate sobre o impacto delas na vida de adolescentes fragilizados e que, como resposta, a própria Netflix criou o especial Beyond the Reasons, onde elenco, criadores e profissionais discutem as temáticas abordadas no programa.

Para Yorkey, 13 Reasons Why tem dois temas centrais: “Você nunca sabe realmente o que está acontecendo na vida de outra pessoa e tudo influencia tudo“.

Netflix divulgou recentemente a renovação da série para mais uma temporada. Brian Yorkey, produtor da atração, revelou que, apesar do primeiro ano ter encerrado o ciclo das fitas de Hannah Baker (Katherine Langford), a história da jovem que cometeu suicídio não está acabada e que ela estará de volta na nova fase.

A primeira temporada do seriado acompanha Clay Jensen, adolescente que recebe uma caixa com sete fitas de áudio gravadas por Hannah Baker, sua antiga paixão de escola que cometeu suicídio duas semanas antes.

Fonte: Omelete

13 Reasons Why, Cine, Cinema, Cinerama, Cinerama Clube, Clube, filme


Caio Augusto

Estudante, 21 anos, apresentador do canal Cinerama TV, e o maior fã do Scorsese que você respeita.

  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
"O cinema é um modo divino de contar a vida"
Federico Fellini

© 2018 Cinerama Clube.

Todos os direitos reservados.

[email protected]

Desenvolvido e Hospedado por Vedrak