5 motivos para: Assistir Westworld

0
82
Anúncio Publicitário

Game of Thrones está em sua reta final, e certamente deixará milhões e milhões órfãos de sua ótima produção e maestria no entretenimento. Por isso, a HBO investiu pesado em uma série que pode ser uma ótima substituta nos quesitos audiência e qualidade. Sem mais, listei 5 motivos para você assistir a série Westworld porém, antecipo que talvez estes não sejam o Seu motivo para assistir esse pedaço de Velho Oeste e certamente não são os únicos.

Produção HBO

A qualidade da emissora é algo reconhecido por todos nós que convivemos com várias de suas produções ao longo dos anos, que diferentemente de canais abertos, têm a liberdade de ousar com cenas mais fortes, impactantes e com acabamento bem feito, sem contar com temáticas mais picantes e trabalhadas mais profundamente. Quando escutamos que uma série será produzida pela HBO, qualidade nos vem à mente.

Temática

Westworld é um parque temático futurístico que reproduz o Velho Oeste, desenvolvido para o entretenimento de pessoas ricas, geralmente adultas, que encontram lá, robores quase humanos em todos os sentidos. A proposta é magnífica e nos faz pensar como vivemos à procura de algo que nos ponha fora do cotidiano e estresse de trabalho, com contas para pagar, problemas para resolver e, principalmente, nossas relações sociais obrigatórias e cansativas. Porém, Westworld passa longe de ser uma colônia de férias, é um lugar acima de tudo, real, embora fictício.

Reflexão Filosófica/Complexidade

É uma série que te faz pensar, rever conceitos e até crenças.  Isso é um ponto muito positivo em uma série ou filme, é quase um selo de qualidade; fazer isso sem se tornar chato é difícil, no entanto, os produtores conseguiram dosar muito bem a quantidade de reflexão em cada episódio. Ao longo da série, começamos a nos questionar sobre nossa própria vida, nossas escolhas e nossos rumos….Será que realmente somos livres? Donos do próprio nariz? Em certo momento, é inevitável não se identificar com os robores, vivendo algo programado e quem sabe, em um loop. Eu costumo dizer que quando você acaba um filme e/ou série sem entender direito, é um bom indicativo de que a coisa é boa. Mas calma, não é sair sem entender por conta de um péssimo desenvolvimento da história, é sair sem entender alguns pontos por serem complexos demais para ser entendidos assistindo apenas uma vez. É uma série que requer pensamento e atenção.

Personagens

Para falar de personagens, precisamos falar do elenco primeiro. Thandie Newton, Evan Rachel, Jeffrey Wright, Ed Harris, Rodrigo Santoro e por fim, Anthony Hopkins, são algumas das estrelas que contribuem para um trabalho bem feito. São todos personagens bem desenvolvidos e independentes, com características marcantes e propostas definidas. Para os mais analíticos, dá até pra fazer correlações entre certos personagens e figuras universais, como: Deus, Diabo, Humanos de crença e Humanos céticos.

Duração

Como você pode imaginar de uma série prevista pra substituir Game of Thrones na grade da HBO, a série possui poucos episódios (10 no total) e até então apenas uma temporada. O que é bom, evitando episódios apenas para encher linguiça, rasos e fracos, tendo apenas uma história forte, introduzindo personagens e situações no tempo correto, sem deixar pontas soltas. A série só retornará com a segunda temporada em 2018, assegurando que a produção também tenha a qualidade da primeira temporada, com tempo suficiente para que até o menor detalhe seja aprimorado.

 

Deixe nos comentários o que você achou da série e indique para seu amigo(a)!