Cine PE 2018 | Rodrigo Santoro chora em homenagem durante a terceira noite do Festival

Após finalmente conseguir espaço na agenda para receber homenagem, Rodrigo Santoro não conseguiu  segurar as lágrimas. (📷 Felipe Souto Maior / Divulgação)

Na terceira noite do Cine PE – Festival do Audiovisual, realizada neste sábado (02/06), Rodrigo Santoro não conseguiu segurar as lágrimas e caiu no choro, durante a homenagem pelo conjunto da sua obra. Com o Cinema São Luiz lotado, Santoro, homenageado da 22ª edição do evento, não conteve a emoção e se rendeu às lágrimas. “Eu vim no avião fazendo uma reflexão sobre o porquê de estar aqui recebendo este prêmio. E eu queria agradecer porque foi aqui no Cine PE, com ‘Bicho de Sete Cabeças’, em 2001, que a minha história começou”, rememorou. Palavras ditas, mais cedo, na coletiva de imprensa que o mesmo participou no Nobile Suítes Executive, em Boa Viagem, zona sul do Recife.

Enquanto o astro tentava se recompor, Cássia Kis irrompeu pela sala de projeção do tradicional cinema recifense: “Rodrigo, eu entrego o seu prêmio”. Kis, que  também foi premiada com o “Troféu Calunga de Ouro”, o mesmo que Santoro recebeu, na noite da última sexta-feira (01/06), foi convidada para entregar a honraria máxima do festival ao astro de Westworld, da HBO. Ao surpreender a todos não aguardando ser anunciada, Cássia emocionou não apenas Santoro, mas todo o público. Sandra Bertini, diretora-geral do festival, chegou ao fim da homenagem com os olhos bastante úmidos.

Sandra Bertini, diretora-geral do Festival, também ficou bastante emocionada. (📷 Felipe Souto Maior / Divulgação)

Antes da grande homenagem, os curtas-metragens da noite foram ovacionados pelos espectadores. Vidas Cinzas, de Leonardo Martinelli, foi um dos destaques da programação. O falso documentário, que aborda a atual crise social, política e econômica do Brasil, foi calorosamente aplaudido – especialmente ao surpreender os presentes com um depoimento da Vereadora carioca Marielle Franco, brutalmente assassinada em março deste ano, junto com o seu motorista, Anderson Gomes. O terceiro dia do evento também contou com a exibição dos elogiados curtas Através de Ti, de Diego Tafarel, e o ótimo Cara de Rato, de Benedito Serafim, e a animação Plantae, de Guilherme Gehr.

A terceira noite do Cine PE foi encerrada com as exibições dos longas-metragens Marcha Cega, de Gabriel di Giacomo e Dias Vazios, de Robney Bruno Almeida.

Confira a programação deste domingo, 03 de junho de 2018:

MOSTRA KÁTIA MESEL: 50 ANOS DE AUDIOVISUAL

Hora: 14:00 h Local: Cine São Luiz

Acesso: Gratuito

  • Oh de Casa (PE), Direção: Kátia Mesel, 10’
  • Sulanca (PE), Direção: Kátia Mesel, 11’
  • Recife de Dentro pra Fora (PE), Direção: Kátia Mesel, 15’
  • Fora do Eixo (PE), Direção: Kátia Mesel, 8’
  • Trailer Rochedo (PE), Direção: Kátia Mesel, 4’
  • A Gira (PE), Direção: Kátia Mesel, 16’
  • O Mago das Artes (PE), Direção: Kátia Mesel, 23’
  • Casa Comigo? (PE), Direção: Kátia Mesel, 6’

SEMINÁRIOS

Hora: 14:00 h Local: Hotel Nobile Suites Executive – Boa Viagem

Acesso: Inscrição prévia e gratuita no portal Sympla

Workshop de Ilustração Digital aplicada ao Ambiente Cinematográfico

Ministrado: Prof. Erick Frantto

MOSTRAS DE FILMES DO CINE PE 2018

Hora: 19:30 h Local: Cine São Luiz

Acesso: Gratuito com retirada antecipada de ingresso

LANÇAMENTO LIVRO: HISTÓRIAS DO CINEMA DE ANIMAÇÃO EM PERNAMBUCO

Autor: Marcos Buccini

MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS PERNAMBUCANOS

(MOSTRA PE)

  • Deep Dive (PE), Ficção, Direção: Pedro Arruda, 3’
  • Frequências (PE), Documento, Direção: Adalberto Oliveira, 19’

MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS NACIONAIS

(MOSTRA CURTA BRASIL)

  • Insone (SP), Animação, Direção: Breno Guerreiro e Débora Pinto, 2’
  • Universo Preto Paralelo (SP), Documentário, Direção: Rubens Passaro, 12’
  • Peripatético (SP), Ficção, Direção: Jessica Queiroz, 15’
  • Lençol de Inverno (RJ), Ficção, Direção: Bruno Rubim, 24’
  • Não falo com estranhos (BA), Ficção, Direção: Klaus Hastenreiter, 17’

INTERVALO

Homenagem Box Brasil

MOSTRA COMPETITIVA DE LONGAS-METRAGENS

  • Henfil (RJ), Documentário, Direção: Angela Zoé, 74

2018, CINE PE, Cinema, Cinema São Luiz, cult, Cultura, festival, Festival Audiovisual, Pernambuco, Recife, Rodrigo Santoro, Troféu Calunga de Ouro


Gabriel Neves

Isso é realmente necessário?

  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
  • cineramaclube
"O cinema é um modo divino de contar a vida"
Federico Fellini

© 2018 Cinerama Clube.

Todos os direitos reservados.

[email protected]

Desenvolvido e Hospedado por Vedrak